Primeiro dia da SPFW!

Oi gente linda!! Nesses dois dias de SPFW ví tanta coisa, aprendi, conheci, experimentei tanto…Que nossa! Tenho um monte de coisas pra mostrar pra vocês e já não vejo a hora de chegar sexta-feira pra colocar meus pézinho (hahahahaha, piada interna!!) lá novamente. Aqui vai um resumão do priemiro dia, espero que gostem. Um beijo enorme e aguardem pelos posts dos outros dias!

Em tons que partiram do branco, passaram pelos cinzas, lilases e chegaram aos azuis, a Animale mostrou um verão leve e vaporoso. Usando o artificio das sobreposições a estilista brincou com (lindos!) bordados de paetês e metais. Muita transparência e tecidos nobres- como couro, gaze de seda e linho foram usados nas modelagens onde saias midis e  pantalonas marcaram forte presença.

Com clara referência à arte tribal indígena, a coleção idealizada pelo estilista Eduardo Pombal abusou de texturas e grafismos, mantendo a modelagem estruturada, geométrica e de linhas limpas, tradicional da grife. O branco, preto, vermelho e laranja foram os eleitos da vez, mas pitadas de verde (ou amarelo) fluo deram vida à algumas peças. O curto predominou, e na minha opinião, aquele cheiro de fetiche by Tufi Duek ainda esteve por lá.

Pra ver sobre o Samuel é só clicar:

Continue lendo

Samuel Cirnansck arrasa na SPFW!

Olá pessoal!

Sou editora do blog e finalmente resolvi aparecer por aqui. A Talytha vai me ajudar com o layout do post e vamos ver se conseguimos transmitir um pouquinho do que eu quero contar pra vocês.

Foi o “debu “da loira como repórter de moda na SPFW e logo de cara no primeiro dia já pegou fila “B” no desfile de nada mais nada menos que Samuel Cirnansck. E logo ela, que chegou a desfilar no Morumbi Fashion, primórdios da semana de moda de São Paulo, e passou dois anos modelando na Espanha, ficou chocaaaada com tanta beleza (ela deu uma de durona, mas ficou visivelmente emocionada que eu vi). Dêem uma olhada nesses vestidos, que absurdo de lindoos!

Quanto a mim totalmente passional sempre é um misto de sentimentos quando assisto a um desfile de Samuel e claro que ele também é um de meus estilistas favoritos. Será que é por causa do apelo fetichista revelando uma mulher forte e ao mesmo tempo frágil e romântica? Será que é pela insistência dele em conjugar doçura e rebeldia em looks poderosos como um mestre que desnuda a alma feminina? Ou será porque suas roupas são absolutamente perfeitas? São tantas as qualidades que eu poderia ficar aqui tentando descrever essas sensações a noite inteira, porém resumindo: o desfile de Samuel é sexy, dramático, poético e com grande dose de suspense. Enfim, um especialista em embasbacar os convidados e deixar a gente com vontade de rir, chorar e até casar imediatamente só pra usar um vestido dele. Olha só isso! Que noiva é essaaa?!

Clica pra ver:

Continue lendo