Sandálias ao estilo militar

O militarismo continua presente nessa temporada. Identificamos lindamente essa inspiração, na coleção do estilista da Balmain, Christophe Decarnin.

No look da loja Diva by TVZ, usamos uma jaqueta essencialmente militar e misturamos com peças leves, típicas do nosso verão: a camiseta de estampa floral e detalhes em renda e a calça de tecido leve e gancho baixo. Combinação perfeita para as noites mais frescas.

Voltando ao estilo mais pesado, sugerimos as duas sandálias Via Marte, que conversam com a jaqueta e se contrapõe à leveza do restante, lindo não?

Pra conhecer outras sandálias e summer boots com inspiração militar corra até uma das lojas Oscar Calçados!

Florais x Verde Militar

O militarismo tem espaço reservado na estação, mas desta vez a pedida é misturar com peças delicadas e românticas.

Os dois looks da loja Nancy Rabelo são compostos com peças verde militar. O primeiro mais angelical, ótimo para uma tarde de calor foi conjugado à uma camisa e finalizado com a rasteira Kult.

Na segunda opção a bermuda militar ganhou sensualidade com um corselete. O look ficou lindo arrematado pela sandália de salto alto gladiadora Via Marte. Visual perfeito para curtir as noites de verão.

Para conhecer outras sandálias e rasteiras belíssimas, corra até uma das lojas Oscar Calçados!

Militarismo; a nova ordem.

Muitos estilistas procuraram inspiração no militarismo para compor suas coleções, uma tendência fortemente explorada no inverno 2010.

Em alguns casos, de maneira sutil, as peças apenas remetem ao estilo nos detalhes dos botões, bolsos e recortes, fugindo dos tons originalmente militares.

Outros foram bem fiéis no design, nas cores e na riqueza de detalhes que compunha os uniformes, aliás, souberam fazer lindamente!

Neste contexto sugerimos o look da Depot – Center Vale Shopping, de calça e jaqueta militares e camiseta leve em tom pastel, se contrapondo ao peso das demais peças.

Não poderíamos fechar melhor nossa proposta do que com este coturno maravilhoso da Schutz, que já chegou nas lojas Oscar!

Encadeamento: o apelo da tradição

O Encadeamento finaliza as tendências Outono Inverno 2010. (Ao clicar em tendências nas categorias você encontrará as demais)

Aqui a alfaiataria, o luxo clássico e as tradições ditam regra.

No masculino feminino a mistura desses dois elementos se faz com muita sofisticação. Peças de alfaiataria são conjugadas com tecidos leves e estritamente femininos como a seda e as rendas.

O estilo militar ressurge em casacos e jaquetas. Em menor escala, a inovação fica por conta da alfaiataria construtivista, ou seja, nessa nova forma a alfaiataria brinca com volumes e cortes geométricos reinventando uma nova silhueta.

Como manda a ordem do momento, os calçados mais pesados de meia pata como sandal boots e ankle boots foram muito vistos para compor os looks, mas botas e calçados clássicos também são bem vindos.

Masculino feminino, legado dos anos 40

Os anos 40 foram marcados pela segunda guerra mundial. A moda teve que se adequar àqueles tempos difíceis. Paris, a capital da alta-costura, contava com estilistas que fizeram história, como Coco Chanel, Elsa Schiaparelli, Jeanne Lanvin, Lucien Lelong e Nina Ricci. Quando foi invadida, em junho de 1940, já não reunia todas as suas maisons, mas mesmo assim, durante a guerra 92 ateliês ainda funcionavam por lá.

Com a escassez de materiais, a mulher teve que aprender a reformar suas roupas e usar tecidos alternativos da época. A silhueta era bem masculinizada e em estilo militar. Nos casacos e abrigos os ombros ganharam volume. A cintura ficou mais estreita, marcada por um cinturão. Além das saias um pouco mais curtas, justas, ou com pequenas pregas, o público feminino aderiu a calças compridas. A bicicleta era muito utilizada, com isso, houve o surgimento da saia-calça, prática e confortável. Aí se viu a primeira estética, masculino feminino.

Pela falta do nylon, as meias finas desapareceram do mercado. Algumas mulheres pintavam suas pernas com pastas cor da pele e desenhavam com lápis uma fictícia costura traseira das meias. Nos pés os calçados eram pesados e a plataforma foi muito usada. Devido a todas essas dificuldades, as mulheres usaram lenços e exageraram nos chapéus com criatividade, quebrando a monotonia do momento. Aqui no Brasil, o marco foi Carmem Miranda que divulgou a cultura e o jeito de ser brasileiro, e difundiu a moda das plataformas para todo o mundo.

Durante a guerra o ready-to-wear (pronto para usar) depois chamado pelos franceses de prêt-à-porter, que consiste em produzir roupas de qualidade em grande escala, realmente se consolidou. Pela primeira vez, a elegância só ostentada pela elite era encontrada nos magazines a preços acessíveis.

A crise atual traz novamente para a cena da moda referências dos anos 40. Isso é visto na tendência “Encadeamento”. A alfaiataria clássica ou construtivista retoma as vitrines e as ruas no Inverno 2010.